Ads Top

Em Sapé, 135 profissionais da saúde são vacinados contra covid-19 e meta é começar imunização na atenção básica



A Secretaria de Saúde de Sapé já vacinou um total de 135 profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate ao coronavírus. O município recebeu até o momento um total de 510 doses, sendo 280 da vacina CoronaVac e 230 da Oxford -Astrazenica. O Plano de Vacinação em Sapé segue o que é determinado pelo Ministério da Saúde, imunizando na primeira etapa os profissionais de saúde.

De acordo com a responsável pelo setor de Imunização do município, Diana Ferreira, e a coordenadora de Epidemiologia, Roberta Kelles Passos de Melo, no primeiro momento estão sendo imunizados apenas os profissionais da saúde que estão na linha de frente, nos hospitais e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Por conta dos plantões, a vacinação deve ser concluída no hospital da cidade já nesta quarta-feira (27). Com isso, a prioridade passa a ser a vacinação dos profissionais que atuam na atenção básica.

“Começaremos a vacinação dos profissionais da atenção básica com a conclusão da imunização dos profissionais do Hospital e Samu. Vale lembrar que a divisão para a prioridade da vacina não é feita por profissão e sim pelo grau de contato com a doença. Estamos vacinando, assim como determina o Ministério da Saúde, quem está no contato direto com pessoas infectadas pelo coronavírus”, destacou Diana Ferreira.

De acordo com ela, a meta de imunização dos profissionais de saúde no município de Sapé é de um total de 823 profissionais. “Nosso Plano de Vacinação está sendo seguido à risca, assim como determina o Ministério da Saúde e o Governo da Paraíba”, afirmou.

CoronaVac – CoronaVac é uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pela companhia biofarmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan. A vacina utiliza uma versão quimicamente inativada do SARS-CoV-2, o tipo de coronavirus que causa covid-19.

Oxford – Astrazenica – Oxford-Astrazenica foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela biofarmacêutica AstraZeneca em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Tem tecnologia de vetor viral não-replicante de adenovírus de chimpanzé.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.