Ads Top

Prefeitura de Rio Tinto publica novo decreto com restrições para conter a Covid-19

Prefeita de Rio Tinto, Magna Gerbasi, publicou um vídeo em sua rede social apresentando as novas medidas
Novo documento tem validade até 26 de março e tem como objetivo tentar conter o coronavírus na cidade.

A Prefeitura de Rio Tinto publicou na noite desta quinta-feira (10) um novo decreto com restrições para conter o avanço da pandemia de coronavírus, em consonância com o Decreto Estadual Nº 41.086. Foi considerado a classificação do município na Bandeira Laranja, de acordo com a última avaliação do Governo do Estado.

O novo documento, que segue medidas do decreto estadual, amplia as restrições de funcionamento de setores públicos e privados com o intuito de reduzir as contaminações. No documento, a gestão municipal prorroga o prazo de vigência das medidas estabelecidas no decreto anterior para o dia 26 de março. Além disso, estipula os estabelecimentos que podem funcionar durante os dois próximos finais de semana e amplia os setores do comércio que terão horário de fechamento especificado.

Os estabelecimentos do setor de serviços e o comércio poderão funcionar das 9h às 17h. A construção civil, por sua vez, poderá funcionar das 6h30 às 16h30 seguindo as regras já descritas.

Nos finais de semana, haverá restrição de funcionamento de alguns locais: por exemplo, restaurantes, bares e lanchonetes só poderão funcionar no sistema delivery ou takeaway (retirada no local, sem aglomeração de pessoas), e isso só até 21h30. As feiras livres permanecem liberadas.

Outros estabelecimentos que terão horário regulamentado são os salões de beleza, barbearias e demais estabelecimentos de serviços pessoais, que devem funcionar até às 17h.

Com relação ao serviço público , o decreto define que, até o dia 26 de março, as atividades presenciais nos órgãos municipais passam a acontecer das 8h às 14h, com atendimento exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social. As restrições não se aplicam às secretarias consideradas essenciais.

Confira o Decreto abaixo:


CCOM

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.